home submit ask bye
Have faith...
O que é teu, chega com o tempo. E o que não é, se vai com ele.
15 16 17
Engoli o meu orgulho por você. E mesmo assim, nada adiantou. Não fez diferença alguma. Antes eu tivesse morrido engasgada.
Querido John.
Uma aula de geografia pra você aprender onde é seu lugar
Livrai-me de todo caos que me tira a paz ॐ
Se você não tem a capacidade de abrir a mente, faça o favor de fechar a boca caralho.
Que tudo que for bom, chegue e fique!
Deus.
E eu estou chorando agora, mas principalmente de raiva por a gente ter que mendigar carinho pra se sentir uma boa pessoa. Se ninguém nos telefona, se ninguém vem à nossa casa, se ninguém aceita o nosso jeito, parece que a gente não existe, parece que as coisas deram errado, e não deram. Sou uma pessoa bacana, forte, generosa, não deveria precisar que ninguém me aplaudisse, mas a gente precisa dos outros, precisa que eles demonstrem que nos admiram, mesmo que estejam fingindo.
Martha Medeiros.
A verdade é que 99% do que você fala brincando, lá no fundo, é pura verdade.
Eu e meu querido marido, John, eramos casados há 46 anos. Todos os anos, no dia dos namorados, ele me enviava as mais lindas flores, com um bilhete contendo cinco simples palavras: “Meu amor por você cresce.” 4 filhos, 46 buquês de flores, e uma vida inteira de amor, esse era o legado de John para mim, quando ele faleceu, há dois anos atrás. No meu primeiro dia dos namorados sem o John, dez meses depois que ele morreu, fiquei chocada quando recebi um lindo buquê de flores… Como os que John me mandava. Irritada, e com o coração partido, eu liguei para a loja de flores, para dizer que eles tinham se enganado e mandado flores para o endereço errado. Logo após eu falar isso, o Floricultor me respondeu: “Não madame, não foi engano. Antes de falecer, seu marido nos pediu para que nós garantismos que você continuasse recebendo os buquês de flores no dia dos namorados, por muitos anos.” Com o coração nas mãos, eu desliguei o telefone e fui ler o bilhete que estava no buquê de flores. No cartão dizia: “Meu amor por você é eterno.”
© Prisioneira-suicida